Portugal Centro
» NOTICIAS
início
   
Ultimas Noticias
distrito

Foto: DR
teatro aveirense


CUCA ROSETA NO TEATRO AVEIRENSE NO DIA DA CIDADE

Este domingo, 12 de maio, Dia da Cidade o Teatro Aveirense recebe o espetculo da fadista Cuca Roseta. Pelas 21.30 horas, a entrada tem o preo nico de 5 euros. Intitulada uma das grandes promessas da msica portuguesa, Cuca Roseta viu o seu primeiro disco homnimo, editado em 2011, ser produzido por Gustavo Santaolalla e recebeu as melhores crticas nacionais e internacionais.

Cuca Roseta: a mais rara verdade  
Por uma vez, escrever ‘destino’, ‘alma’ e ‘verdade’ sem medo de exageros ou lugares-comuns quando se fala de fado. Trata-se de um privilgio raro, porque raros são os predestinados a cantar um gnero musical que não deixa mentir. E o fado não deixa mentir: não interessa a voz, a figura, o estilo – ou sentimos verdade ou não sentimos. E com Cuca Roseta, sentimos. 


O seu disco de estreia, em nome prprio, resume a histria de algum que sempre acreditou numa vontade maior do que ela – e soube esperar. Mesmo j tendo participado numa banda marcante para a msica moderna portuguesa, Cuca Roseta sempre soube que era no fado que se iria encontrar. Apenas esperava o momento certo, os cmplices perfeitos.

  
Aconteceu. De um encontro fortuito (alguns dirão predestinado) com o msico, compositor e produtor argentino Gustavo Santaolalla – que j conta na bagagem com dois scares para Melhor Banda Sonora (Babel e Brokeback Mountain) nasceu este «caso de amor musical», nas palavras da prpria fadista. Santaolalla, que ter ficado deslumbrado com uma atuação de Cuca, reconheceu na voz da fadista essa universalidade da alma, que não conhece lngua ou fronteira. O convite foi imediato, e a proposta tão simples como ambiciosa: dar a conhecer ao planeta a voz, a artista e o ser humano que Cuca Roseta. Mais do que um projeto musical, para Santaolalla era quase uma missão. E assim nasceu este disco. 


Durante a gravação o produtor deu tempo e espaço para a voz de Cuca Roseta dizer a verdade que tem. O resultado uma coleção de temas que, dos mais clssicos como “Rua do Capelão” ou “Marcha de Santo Antnio”, at aos musicados como “Porque Voltas De Que Lei” (letra de Amlia Rodrigues, colaboração do tanguero Cristobal Repetto e do prprio Gustavo Santaolalla) ou “Mar Viva” (poema de Rosa Lobato Faria vertido para castelhano) este um testemunho verdadeiro de uma vocação. E ainda com a mais-valia de nos apresentar uma fadista dona das suas prprias palavras, como acontece em “Homem Português” ou “Nos Teus Braços”. 


Como cmplices musicais perfeitos, Mrio Pacheco na guitarra portuguesa, Pedro Pinhal na viola de fado e Rodrigo Serrão no contrabaixo.  
Cuca Roseta sabe que seguiu o seu destino, e não menos do que isso que ela quer partilhar connosco, de forma natural, genuna e com um timbre tão perfeitamente afinado. Agora a nossa vez: esta verdade tem de ser ouvida de tão rara que !

2013-05-08 | Cmara Municipal de Aveiro
 
comentar
Comentário:

comentários
Sem comentários
 
Agenda

Não existem eventos!
 
PORTUGAL CENTRO 2006-2017
© Todos os direitos reservados
Powered by Takemedia