Portugal Centro
» Vinhas e Vinhos
início
   
Geral



Foto: DR



Estudantes aprendem a fazer vinho ...para vender

A Escola Superior Agrria de Santarm (ESAS) aposta na produção de vinho, que prevê começar a comercializar no final do ano, como forma de permitir que os alunos aprendam fazendo.

"Os nossos alunos participam em todo o processo, desde a poda da vinha ao acompanhamento de todo o ciclo vegetativo da videira at à produção de vinho na adega", que, não sendo "o ltimo grito em termos tecnolgicos" permite "porem a mão na massa", proporcionando "um ensino diferente, não apenas terico", disse à Lusa Helena Mira.

A enloga e vice-presidente do Departamento de Tecnologia Alimentar, Biotecnologia e Nutrição da ESAS recebe esta semana, na adega da escola, a uva sada da vinha situada na Quinta do Quinto, em Vale de Figueira, a uma dezena de quilmetros, para o que espera ser um ano de boa produção.

"Vai ser excelente. Temos uma boa produção, uvas de muita qualidade, com uma boa maturação, homognea. Este ano est a correr muito bem", estimou.

A direção da ESAS decidiu aumentar a rea de vinha, introduzindo novas castas de uva branca (Arinto, Chardonnay e Sauvignon Blanc, que se juntaram à Fernão Pires), o que permitir que ao vinho tinto (a colheita de 2011 permitiu produzir 13.000 litros) se junte este ano uma produção de brancos.

A ESAS (uma das cinco escolas superiores do Instituto Politcnico de Santarm) registou j duas marcas, a Tejo Intenso e a Polinmio, com as quais espera começar a comercializar o seu vinho, at aqui maioritariamente vendido a granel, a partir do final do ano.

" prefervel produzir em menor quantidade e ter um vinho bom para conseguir comercializar com a nossa marca", disse Helena Mira, acrescentando esperar apenas a aprovação dos novos rtulos pela Comissão Vitivincola Regional (CVR) do Tejo.

A marca Intenso Tejo foi criada por um grupo de alunos da escola, no âmbito do Poliempreende, com o objetivo de ajudar a comercializar o que a ESAS produz (alm do vinho, azeite e, num projeto empresarial desenvolvido por um antigo aluno, queijos).

Antnio Azevedo, diretor da ESAS (escola que assinala os 125 anos de existência), disse à Lusa que, com um conjunto de parceiros, a Agrria de Santarm quer criar um laboratrio de ideias que, na lgica de aproveitamento das estruturas existentes, ajude a desenvolver novos produtos e a incentivar o esprito empreendedor dos alunos.

Rui e Ana Maria, dois alunos do Curso de Especialização Tecnolgica (CET) em Viticultura e Enologia que se preparam para ingressar na licenciatura, disseram à Lusa que a possibilidade de "aprender fazendo" foi fundamental na confirmação da sua vocação e na aquisição de conhecimentos fundamentais tanto para trabalhar na rea, como para prosseguir estudos.



2012-09-17 | Expresso
 
 
Agenda

Não existem eventos!
 
PORTUGAL CENTRO 2006-2017
© Todos os direitos reservados
Powered by Takemedia